O conceito de minimalismo surgiu para definir um movimento artístico nascido na década de 60. Com o tempo, no entanto, o termo começou a ser usado para nomear tudo que tivesse um estilo mais “enxuto”, com poucos elementos. 

Atualmente, o minimalismo continua fazendo bastante sucesso, com cada vez mais adeptos que querem trazer esse estilo para as suas vidas, inclusive na decoração. Então, trouxemos aqui algumas dicas de como reproduzir o minimalismo na decoração da sua casa. Acompanhe!
 

Decoração sem excessos

Por causa do seu visual mais clean, a decoração minimalista costuma passar elegância e sofisticação. Logo, poucos objetos de decoração já dão conta do recado. Então, nada de encher o ambiente com diversos apetrechos e miudezas. Lembre-se que, no minimalismo, menos é mais. 

Além disso, um ambiente organizado é fundamental. Objetos ordenados e espaços livres ajudam a compor a atmosfera minimalista.

 

Minimalismo nas cores

Nas cores, o branco predomina. Em segundo lugar vem o preto. Mas o cinza e o bege também são muito utilizados. Isso porque o minimalismo dá preferência às chamadas cores neutras. 

No entanto, não quer dizer que as outras cores sejam proibidas, de maneira alguma. Apenas que elas são usadas com mais cautela. Nesses casos, os objetos coloridos são pontos que quebram um pouco a neutralidade do ambiente.

 

Iluminação é tudo

Uma boa iluminação é outra característica importante para conseguir reproduzir o minimalismo na decoração. Afinal, quanto mais luz natural melhor. Por isso, nada de usar cortinas que “pesem” no ambiente e impeçam a entrada de luz. Tecidos leves são sempre a melhor alternativa. 

Entretanto, mesmo com a valorização da luz natural, a luminosidade artificial também deve receber a devida atenção. Nesse caso, luminárias são super bem-vindas. O importante é saber escolher a que mais “conversa” com o espaço. 

 

Minimalismo nos detalhes

Por fim, valorize os objetos. Afinal, a graça também está nos detalhes. Mesmo sendo poucos, eles podem trazer um diferencial e imprimir sua personalidade no ambiente. Mas fica o alerta: invista em objetos com design simples para não fugir do minimalismo. Além disso, dar preferência aos que possuem alguma funcionalidade também é uma boa pedida. 

Nos ambientes minimalistas, as linhas retas e os traços geométricos predominam. Isso vale tanto para os móveis quanto para os objetos de decoração, que devem refletir a simplicidade de formas no espaço. Por isso, lembre-se: poucos objetos, mas bem selecionados, dão sofisticação ao ambiente. 

Agora que você já sabe como fazer uma decoração minimalista, que tal procurar alguns objetos para compor seu ambiente? Siga as nossas redes sociais e acompanhe nossas ofertas e promoções.