Usar as cores para decoração certas no ambiente, além de o embelezar, também traz harmonia ao espaço. Entretanto, cada tonalidade transmite um significado. 

Por isso, é interessante saber qual tom você deve usar para conseguir o efeito esperado em cada cômodo da casa. Além disso, a cor certa ajuda a dar destaque a itens decorativos, aumenta a ilusão de espaço e muitos outros benefícios. 

Por isso, para te ajudar a escolher certinho, selecionamos alguns passos a seguir. Com eles, sua decoração certamente ficará mais estilosa, sofisticada e harmônica. Confira o texto e aprenda a transformar cômodos sem vida em espaços que impressionam!


Como escolher?

Antes de tudo, não anule suas preferências. Elas devem ser levadas em conta na hora da escolha. Afinal, não existem regras impostas pelos profissionais de decoração. 

O que irá definir a tonalidade ideal é, além do seu gosto pessoal, os itens utilizados na decoração e o tipo de ambiente onde a cor será utilizada. Por isso, a maior das dicas de cores para decoração é apostar no que você gosta, mas com moderação.


A força das cores

Mesmo que seu gosto pessoal seja importante, outros fatores devem ser levados em conta. Um deles é que toda cor traz energias e efeitos aos ambientes, por isso é preciso decidir qual deles você deseja dar ao espaço. 

Por isso, também é interessante pensar no tom desejado. Em cômodos como os quartos, não é legal pintá-los com cores vivas e saturadas como preto, laranja e vermelho. 

Eles podem transmitir uma sensação equivocada de urgência e raiva ao ambiente. Isso acontece porque essas cores dão efeito enérgico ao local e, como consequência, essa confusão pode afetar a qualidade do seu sono. 

Por outro lado, as nuances acinzentadas e em tons pastel transmitem a sensação de aconchego, calmaria e paz. Por isso, são as mais utilizadas.


Como harmonizar?

Para deixar sua casa com ambientes harmônicos, é importante sempre pensar na decoração a partir de três dimensões. Por isso, leve em consideração não só as cores que vai usar, mas também o estilo arquitetônico de sua casa e o mobiliário de cada ambiente. 

Além disso, a combinação de dois tons só funciona se o esquema for composto por duas cores neutras ou complementares. Não entendeu? Calma, vamos explicar melhor: 

Quando for escolher as cores que deseja combinar, você pode optar por esses tipos de harmonização:

Monocromia: decoração de apenas uma cor, mas em diferentes tons. É também conhecida como tom sobre tom. Aqui, a dica é combinar dois ou mais espectros de uma mesma cor e trabalhá-los na decoração. É interessante utilizar uma cor neutra, como branco e cinza, para dar o balanço. 

Tons opostos: na roda de cores existem tons que se complementam e dão efeitos muito legais à decoração. Vermelho e verde ou roxo e amarelo, por exemplo, são algumas das combinações de cores que deixam o ambiente harmônico.

Entretanto, é interessante utilizar esse esquema analisando o ambiente como um todo. Pintar as paredes com mais de uma cor oposta pode deixar a decoração confusa e carregada.

Por isso, é preferível analisar todo o ambiente, e só então testar os diferentes tons. Você pode conferir exemplos de combinações e a roda de cores no fim do post.

 

Tamanho do espaço

Além dos efeitos de tons sobrepostos, é preciso avaliar ainda o tamanho do cômodo ou espaço. Por exemplo: paredes pintadas de vermelho e laranja, que são vibrantes, tornam um ambiente ainda menor. 

Por isso, se o local que você deseja decorar tem pouco espaço, opte por cores neutras na pintura e valorize os tons mais vivos nos itens decorativos. Ou então, se preferir, dê destaque ao branco nas paredes. Os itens de decoração darão conta de trazer todo o charme.


Galeria de Fotos